....................................................................................................................................................................................................

Palpites Para o Oscar 2011

In Cultura, Diversão, Sociedade on 2 de fevereiro de 2011 at 11:12

Olá pessoal. Como são muitas categorias e algumas delas eu não tenho qualificação para fazer uma avaliação legal (cinematografia e edição de som, por exemplo), resolvi dar palpites nas oito principais categorias do Oscar apenas. É a primeira vez que faço isso, e, repito, são palpites. Tenho acompanhado essa premiação de perto e com interesse desde o primeiro Lord of the Rings com alguns bons palpites vingando enquanto assistia a cerimônia.

Muito bem, para 2011, no 83th Annual Academy Awards, são estes meus palpites para as oito principais categorias:

Best Motion Picture  of the Year – Todos os indicados são muito bons, destaque para True Grit, The Fighter e Inception, mas BLACK SWAN entrou na minha lista pessoal de melhores filmes que já vi na vida e acho que tem tudo para levar essa. É dinâmico, dramático, lindo, com atuações impecávis e um final MARAVILHOSO, PERFEITO! Portanto BLACK SWAN.

Best Performance by Actor in a Leading Role – Aqui a escolha vai ser muito mais difícil do que me qualquer outro lugar. Jeff Bridges sempre manda bem, não fez diferente; é fantástico, também, atores que conduzem um filme sozinho com muitas limitações de expressão e movimento como fez James Franco; Jesse Eisenberg surgiu para sucesso em The Social Network; e Javier Bardem já faz parte dos craques de holywood. Mas COLIN FIRTH esteve sensacinal em The King’s Speech, atuação irretocável em um personagem dificílimo. Portanto, COLIN FIRTH.

Best Performance by Actress in a Leading Role – Palmas para a revelação Jennifer Lawrence e para a sempre especial Michelle Williams. Mas NATALIE PORTMAN humilha! Foi uma das raras atuações que me fez praticamente esquecer que ali estava uma atriz interpretando uma personagem. Portanto, NATALIE PORTMAN.

Best Performance by Actor in a Supporting Role – Mais uma categoria cheia de craques. Destaque especial para a indicação do sempre genial Geoffrey Rush. Mas CHRISTIAN BALE rouba a cena em The Fighter e não deve sair impune. Desde The Prestige ele anda merecendo o prêmio maior do cinema norte-americano, acho que dessa vez vai. Portanto, CHRISTIAN BALE.

Best Performance by Actress in a Supporting Role – HAILEE STEINFIELD: sei que ela é muito jovem para ganhar, mas quero expresser minha torcida, afinal de contas deve ficar com uma atriz mais experiente, como a ótima Helena Bonham Carter ou Melissa Leo que esteve espetacular em The Fighter. Portanto (e contudo) HAILEE STEINFIELD.

Best Achievement in Directing – Mais uma vez fico com Black Swan e, por isso, o trabalho de DARREN ARONOFSKY para mim leva a direção. Mais uma vez a parada é dura com excelentes trabalhos como The King’s Speech e The Social Network que foi conduzido com excelentes e smooth cortes temporais. Mas Black Swan é uma obra prima e Aronofsky tem muitos créditos por isso. Portanto, DARREN ARONOFSKY por Black Swan.

Best Writing, Screenplay Written Directly for the Screen – Imagino que a história de um príncipe da monarquia inglesa gago, que aprende a vencer seu problema para se tornar um dos reis mais importantes da Inglaterra moderna deve ter muito mais apelo à Academia do que os demais roteiros. Mas torço para INCEPTION por que é uma das histórias com conceitos e argumentos mais incríveis que já vi. Christopher Nolan é craque em criar histórias assim. Em termos técnicos ficou muito dividido entre THE KING’S SPEECH e INCEPTION, mas por preferência pessoal eu me decido. Portanto, INCEPTION.

Best Writing, Screenplay Based on Material Previously Produced or Published – THE SOCIAL NETWORK conta a história por trás de um dos fenômenos sociais mais importantes das ultimas duas décadas. Todo mundo que conheço adorou conhecer a história do Facebook, mesmo que, de acordo com essa versão, seja repleta de picaretagem e “filha-da-putagem”. O que aparentemente poderia ser a história de um jovem brilhante que, apesar de dificuldades da vida, consegue vencer e criar inventar uma das coisas mais lucrativas do mundo; o filme surpreende coma história de um gênio mimado que fez o Facebook com uma mão fazendo “o dedo” nas costas e dando-as para seus colaboradores. A vida é bela, mas nem tanto? Excelente história. Portanto, THE SOCIAL NETWORK

Um abraço e até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: